Total de visualizações de página

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013







Poema triste!

Sem ti,
Sou   só uma  parte de mim!
Dedo em riste
Pra meus ais tão tristes!
Desconecto a melancolia
E coloco-a sobre a mesa
Com uma certeza,
Será devorada
Na hora da sobremesa!
Com essa fome voraz
Que me trás
A gula de engolir,
Essa tal tristeza
Para depois
Parí-la, em versos,
talvez complexos,
dispersos
e então  cantá-los
sem sorrir
em um sonho morno,
onde espero,
perca-se por ai!

Fatinha, só Fatinha... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário