Total de visualizações de página

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013


 Paixão...

Eu sou assim esse sonho
encontrado ao reverso
sou a música que componho
sou o inverso do teu verso.
Sou  o mar sem sintonia
sou paixão, sou agonia
sou uma fase do luar!
sou canção sem estribilho
sou uma mãe, sem ter filho
sou um peixe sem ter mar!
Sou o espaço entre teu ser
sou meu ser , ao te querer
sou a gana de matar.
Sou a boca sem ter fome
sou o norte de teu nome
sou verbo , sem conjugar!
Sou então o desatino
da carência, o destino
na loucura da paixão!
Sou o fel de minha boca
gritando teu nome insone,
em noites de solidão!!!

Fatinha, so Fatinha...

Nenhum comentário:

Postar um comentário