Total de visualizações de página

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Qualquer dia ...

Qualquer dia desses espero que apareças
porei roupa nova , de vistosas cores
dentro do ármario , esconderei minhas dores!
Na sala, flores no vaso...
 no quarto luz de cetim
no corpo cheiro de flores
na boca uma cor carmim!
Os fantasmas que assombravam
deixarei no corredor
sem medo de encara-los,
sem medo de sentir dor!
Os poemas que te fiz,
deixarei a tua mão
esconderei os que tem choro
so coisas do coração!
Qualquer dia desses , espero que apareças
darei-te um mapa para que jamais esqueças,
do caminho de casa,
da trilha certa, do chão..
e das marcas vívidas , desse tolo coração!


fatinha, so fatinha...


Nenhum comentário:

Postar um comentário