Total de visualizações de página

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Mãe...


Precisaria hoje, descobrir palavras novas
Para homenagear-te... És arte!
Candura em uma vida nem sempre tão amena,
Mas não te dobra as coisas pequenas!
Desde o carregar no ventre, já lutas pelos teus...
Come sonhos e se alimenta de esperanças,
Recebe para toda vida, filhos que
Pra ti eternamente serão crianças!
Ah mãe... De que barro fostes gerada, me pergunto!
Não te cansas de orar, teu olhar é um eterno velar...
As noites em claro te fortalecem o viver...
As canções tão antigas são novas cantigas
E são feitas pra mim... Por que mãe é assim!
Reinventa todo dia, sorriso e esperança
E a tua sentença, é que nessa dança
Da vida que cuidas... Não seja ruim...
Por que do contrario, ser mãe não teria significado pra ti


fatinha , só fatinha!!!! Bjo!!!!

(09/05/2010)

Nenhum comentário:

Postar um comentário