Total de visualizações de página

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Raso amor...




Rasguei hoje o que sentia
no vento então joguei,
tirei minha fantasia, adeus que eu nunca te dei!
Mas hoje esta diferente, o samba mudou o tom,
meu passo então vacilante isso pra mim não era bom!
Manchava a boca e o beijo, massacrava meu batom!
Por que te guardar em casa, num peito que te faz festa,?
sequer tu olhas pr mim meu amor a ti não presta!
Encontrei comiga mesma, em final de tarde assim
me olhei , e então pensei:quem eu sou além de mim?
Ah, essa resposta hoje tenho, e te vou anunciar,
sou aquela que existe , bem antes de te amar!
Por isso te dou adeus, sem sequer olhar pra traz!
Meu sonho eu troco aqui, na boca de outro rapaz!
Voltarei depois para casa, onde farei minha festa
Por que acordei de ti, que para mim já não presta!
Amor so serve inteiro, em retalho presta não!
Por isso te deixo agora, nas rimas da solidão!


fatinha , so fatinha..

(19/04/2010)

Nenhum comentário:

Postar um comentário