Total de visualizações de página

sábado, 27 de novembro de 2010

Mesa de bar II

Saudades na mesa de um bar...
Na mesa de uma bar te procuro...
em noite longa, fria e agitada
sem companhia ,somente o garçom
tenho a certeza ,não espero nada
Talvez um pouco dessa embriaguez
me deixe lúcido, pra poder pensar
Talvez um pouco do sentir você
me ajude hoje a te encontrar!
Cartas marcadas, lidas ao revés
trazem de ti uma falsa lembrança
nos dedos magros com que as manuseio
me fazem sempre ter-te em esperança!
De longe vejo uma luz difusa,
na mesa ao lado vejo coisas vãs
carinhos falsos , bocas que perjuram
falam de amor em rima vilã!
Enquanto o amor prometem a quem procura!
E não condiz com o amor que eu senti
que dei-te em troca de um sonho marrom
manchado todo com o teu batom!
Amor, te bebo hoje , nessa mesa
lugar escuro de um bar qualquer,
Uso um cartão para pagar lembranças,
procuro e oferto o amor que eu tiver...
um dia volto a essa mesa de bar
e aqui , revejo a dor que deixei
marcado em copos bebidos por muitos
amor, não sabes como a ti sonhei...
mas numa noite lucida de bêbado
foi nessa mesa que esse amor matei!

fatinha, so fatinha....

Nenhum comentário:

Postar um comentário