Total de visualizações de página

sábado, 27 de novembro de 2010

Velhice solidão....




Sentada eu contemplo a minha espera
As tardes se vão longe em minhas mãos,
eu já não vejo ou tenho mais quimeras,
o vento as levou na solidão...

Nas tardes que hoje passo os dias meus
em minha juventude tão severa!
que levam para longe os sonhos teus
me deixam na angústia da espera!

Minha doce vida , que hoje tenho , foge!
se perde , envelhece a teu pensar
me torna anciã em dia jovem
me encontra , se despede sem me olhar!


Jamais reviverei noites vazias
minha mente se recusa a te encontrar!
aguardo minha velhice sem poesia
meu peito fecha as portas ao te amar!

Aqui perecerei até o dia
que me encontre a eterna solidão!
minha jovem vida , aqui sem fantasia
um sonho escondido...em minha mão!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário