Total de visualizações de página

sábado, 27 de novembro de 2010

Cinderela...




Sonhos mornos de amor
guardados com tal carinho
em caixinhas de papel,
cuidados mimos azuis
da cor da lua no céu!

Cinderela, moça menina
de sonhos escritos verdes
chora a angustia da espera
dos amores que não teve!

Escreve cartas lembranças
de uma amor que não tem fim
pra cada amor ela planta
uma rosa no jardim!

Rega com lágrimas doces
os amores que quer bem,
mas espera dias infindos
aquele que ela não tem!

Seu peito acolhe com graça
os amores de sua vida
ama-os com muito amor
deixa-os depois na avenida!

Moça dos amores todos
que a brisa oferece
a todos ela se dá
mesmo assim ela padece!

Pois anseia em seus dias
um amor de não ter fim
procura em todas as bocas
não encontra algo assim..

Então vai vivendo amores
escrito em papel marfim
espera que sua espera
um dia tenha um fim!


Fica pois a experimentar
bocas muitas , enquanto espera
que um príncipe venha a encontrar
ela , eterna cinderela!


fatinha, só fatinha...

Nenhum comentário:

Postar um comentário