Total de visualizações de página

sábado, 27 de novembro de 2010

Solidão...




Estranho foi acordar sem ti...
teu sorriso , fazendo falta
tua voz perdida em ecos!
E ai calcei meu chinelo novo
que de tão novo faz calos
e procurei-te em uma manhã azul!
senti meu peito arfando, meu andar em falso
tua sombra em falta...
Busquei-te numa boca solitária
num corpo solitário
num sonho solitário!
E percebi que a solidão acompanhada
torna-se dupla, de algo partido...
Tomei café com pão em minha companhia
e fiz-me assim, cançaõ a meia luz
que fala em tudo, menos em solidão!


fatinha, so fatinha...

Nenhum comentário:

Postar um comentário